Portal da Cidade Guaxupé

Natal

Com custo de meio milhão de reais, Natal de Luz começa amanhã (30)

Celebração do Natal em Guaxupé já é considerado um dos maiores de Minas Gerais.

Postado em 29/11/2019 às 19:39 |

O Natal de Luz chega neste sábado (30) em Guaxupé. Neste ano, dois milhões de microlâmpadas iluminam as ruas da cidade. O Natal de Luz traz novidades para 2019, a começar pelo trajeto da carreata de Natal.

“No sábado, às 19h30 /,sai a carreata da Praça da Santa Cruz. Do Santa Cruz descemos a Avenida Tancredo Neves, Rua Agostinho Barbalho, Avenida Felipe Elias Zeitune, sobe a Grande Avenida, desce para Catedral, sobe a avenida novamente, desce a Avenida Inconfidentes e chega à Conde Ribeiro do Vale. Às 21h começa o desfile, com a Facmol e a abertura oficial do Natal. Na sequência a gente vai levar a Facmol para o Parque Mogiana”, explica o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Marcos Buled.

Ainda de acordo com Buled, o custo do Natal de Luz em 2019 será superior a R$500 mil. “A gente não chega até o R$700 mil, O que tínhamos aprovados pela Câmara era R$500 mil. Eu não sei mensurar se é maior ou menor um pouco, porque a gente tem que esperar fechar os pagamentos para ter essa análise”, afirmou.

Novidades

Entre as novidades para 2019, está a apresentação com a banda Facmol, de Pereira Barreto, a mesma que se apresentou durante a comemoração do aniversário da cidade.

“Além da Facmol, que faz essa apresentação, nós temos sexta, sábado e domingo a casa do Papai Noel das 20h às 00h, todos os outros dias das 20h às 22h. No parquinho, a gente está com dois brinquedos com acessibilidade. Nós interligamos o túnel ao parquinho. Os brinquedos estão montando cenários para tirar foto. Uma outra novidade é mais uma máquina de neve na Praça do Bambolês. Na Catedral, em parceria com a Cooxupé, um cenário que vai ter esquilos e na Praça do Rosário um Árvore de Natal, e todo o trajeto da cidade que já tradicional”, ressalta o secretário.

Vandalismo

Uma das preocupações da prefeitura é o vandalismo dos enfeites. Foram registradas depredações do bairro Santa Cruz e na Avenida Walmor Álvaro de Toledo Russo. “Estamos fazendo o que a polícia nos orientou, fazendo o Boletim de Ocorrência. Nós tivemos outros pontos de vandalismo A gente fica triste. Agora começa a me preocupar porque se continuar essa grande quantidade de atos, em bairros pontuais, quando a gente licita o material, trabalha com uma reserva. Mas essa reserva tem que durar até seis de janeiro, e essa reserva acabar antes de seis de janeiro, eu não consigo. Esse ano me preocupa isso. E isso prejudica o turismo”, disse Marcos Buled.

Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Guaxupé no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲 Participe clicando neste link.👈


Fonte:

Deixe seu comentário