Portal da Cidade Guaxupé

Alimentação

Coach de Nutrição dá dicas para driblar a fome emocional

Confira no Papo de Especialista de hoje as últimas dicas para evitar descontar os sentimentos na comida.

Postado em 07/10/2019 às 13:40 |

Orgnizar os alimentos e deixar as guloseimas fora de vista é dica para evitar a alimentação emocional. (Foto: Reprodução/Google)

Nas últimas quatro semanas o Portal da Cidade falou sobre a fome emocional, aquela que acontece muitas vezes quando estamos tristes, ansiosos e também felizes. Segundo a nutricionista guaxupeana, e coach de nutrição, Carina Jorge, as seis primeiras dicas são:

Encarara a mudança como sua amiga;

Reconhecer seus erros;

Esteja disposto ao melhor;

Questione pensamento sabotadores;

Pratique atividades físicas;

Evite ficar longos períodos sem se alimentar.

Confira abaixo as últimas dicas para mudar o comportamento e acabar com a fome emocional: 


Dica 07- Faça algo que não envolva comida

“Toda vez que você perceber que está mais estressada, mais ansiosa, procure fazer uma atividade física. Procure fazer qualquer atividade que não envolva comida. Pense em algo que você gosta muito de fazer te dá muito prazer, como ler um livro, ouvir uma música, meditar, desenhar... Não importa o tipo de atividade desde que você consiga relaxar e não tem relação com a comida ou a bebida. Dessa forma você passa a perceber que existem outras maneiras de aliviar essas emoções que você está sentindo naquele momento”, afirma a nutricionista. 


Dica 08- Organize os alimentos 

“Importantíssima essa dica. A organização dos alimentos é um dos pontos chave para você evitar a alimentação emocional. Afinal, se você tem várias gracinhas para os sobrinhos espalhados por toda a casa, toda a cozinha e de fácil acesso, como que você vai conseguir evitar de ficar em tentação? Procure deixar os alimentos mais saudáveis em locais mais visíveis e realmente não tenha, ou esconda os outros alimentos, de preferência realmente evite comprar esses elementos mais gordos.


Dica 09- Valorize as pequenas mudanças 

“ Mesmo as suas pequenas transformações, quanto mais motivada a pessoa fica, mais gratificante a sua mudança. Tem pessoas que ficam tão focadas em realizar grandes alterações de comportamentos, que não percebe as pequenas mudanças que eles já conseguiram conquistar. Por exemplo é uma pessoa que quer emagrecer 10 quilos. Ela estava focada em alcançar esse resultado de 10 quilos, 10 quilos que sempre que ela vai se pesar ela acaba ficando tão triste, ao ver que não conseguiu. E não percebe as outras mudanças com que toda semana, que ela conseguiu perder uns quilos, ou que as suas roupas já estão mais largas e até mesmo que ela já sente uma resposta. Por isso valorize todas as pequenas mudanças que você conseguiu conquistar, por mais simples que ela seja. È de passo em passo que a gente chega lá no final. Isso vai gerar mais motivação e fazer com que você continue buscando sempre o seu melhor”, ressalta Carina Jorge.



Dica 10- Lembre-se dos motivos de querer mudar 

“Não se esqueça quais os motivos para você se transformar. Por mais que você queira melhorar os hábitos alimentares, e por mais que motivado você esteja, sempre tem momentos que bate aquele desânimo e vontade de comer tudo o que você vê pela frente e mais um pouco e voltar a se alimentar com antes. De abandonar tudo, largar tudo. Nessas horas o que te ajuda é refletir sobre como você estava antes e como você está agora. Tudo o que você já conquistou tudo o que já tinha melhorou na sua vida física e emocional e lembrar dos motivos que levaram você a mudar os seus hábitos. Essa é a última e principal dica”, diz Carina. 

Ainda de acordo com a coach de nutrição, não é preciso privar-se 100% dos alimentos mais calóricos.  

“Você pode comer o que você quiser, desde que você seja uma pessoa equilibrada, que consome esses alimentos de uma forma equilibrada. não tem problema você comer um pedaço de bolo mas comer a metade do bolo, ou então, comer um pedaço todo dia, já não vai ser saúdável só para sua perda de peso, mas para sa qualidade de vida também lembre-se a exceção é exceção não deve virar regra”, finaliza 

Outras dicas de nutrição podem ser acompanhadas no canal da nutricionista no Youtube, neste link. 


Fonte:

Deixe seu comentário