Portal da Cidade Guaxupé

bolsa merenda

Bolsa Merenda já foi pago a cerca de metade dos beneficiários

Governo garante entrega de cartões de débito nas casas de quem não se cadastrou.

Postado em 27/05/2020 às 15:45 |

(Foto: Divulgação)

O Bolsa Merenda, programa criado pelo Governo do Estado de Minas Geris  durante a pandemia para auxiliar estudantes inscritos no CadÚnico, já beneficiou cerca de metade das famílias que têm direito ao recurso nas suas duas primeiras parcelas: até o dia 22/5, receberam o benefício 172 mil alunos. Deste total, 89% dos acessos para o cadastro foram feitos por meio de smartphones.

Para alcançar todos os alunos que têm direito ao recebimento do Bolsa Merenda, na última semana, o Governo do Estado fez um reforço de comunicado aos beneficiários via SMS, para que eles acessem o aplicativo e se cadastrem. Complementando a ação, serão emitidos cartões de débito para todas as famílias que têm direito, mas que ainda não se cadastraram. Os cartões serão entregues nos endereços sem custo. 

Até agora, o benefício tem sido acessado principalmente por famílias que residem em regiões mais pobres do estado. No Norte de Minas, que lidera a procura, 50,2% de todas as famílias que têm direito ao benefício, já o buscaram. Em seguida, estão as regiões Jequitinhonha (43,8%) e Vale do Mucuri (40,8%).  

As menores procuras estão nas regiões Sul/Sudoeste de Minas (18,9%), Zona da Mata (21,3%), Central (23,3%) e Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba (23%). Até agora, foram pagas duas das quatro parcelas no valor de R$ 50 para cada aluno. 

Em cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), na região Norte, como Bonito de Minas, foram concedidos 814 benefícios; em Curral de Dentro foram 710 e em Fruta de Leite, 368. Da mesma forma, no Jequitinhonha, famílias de municípios também com baixo IDH, como Cachoeira de Pajeú, já fizeram 699 acessos. Angelândia teve 639 buscas e Caraí registrou 1.599. No Vale do Mucuri, em Ataléia, 938 famílias pediram o Bolsa Merenda, além de outras 615 em Catuji e 529 em Bertópolis. 

Beneficiados 

Ao todo, mais de 265 mil famílias e 380 mil alunos vão receber o benefício em Minas. Cada estudante tem direito a R$ 50 por mês, durante quatro meses. 

O pagamento do Bolsa Merenda está sendo feito desde abril, dois dias após o cadastro ser aprovado pela plataforma PagSeguro. Os cartões, no entanto, chegam à casa das famílias em um prazo máximo de 20 dias úteis após a conclusão do processo. 

Antes da entrega do cartão, qualquer estabelecimento pode aceitar o benefício via QR Code, desde que tenha uma máquina PagSeguro (Moderninha Pro, Moderninha X, Moderninha Plus e Moderninha Smart). Com o cartão, qualquer loja que tenha a bandeira Visa pode concluir a venda dos produtos. 

Além dos R$ 50 disponibilizados pelo Governo de Minas, o pai ou mãe inscrito no CadÚnico ainda tem direito a mais a R$ 20 de cashback, um método de compra em que o consumidor recebe de volta parte do dinheiro de utilizou na aquisição dos produtos.   

Como acessar 

Além do aplicativo PagBank, o cadastro para receber o benefício pode ser iniciado no site http://cadastro.pagseguro.uol.com.br/. Neste caso, será necessário concluir a abertura da conta no aplicativo efetuando o envio dos dados (foto do RG ou CNH e selfie segurando este documento). 

O cadastro pode ser feito de qualquer celular, mesmo que o aparelho não seja da pessoa beneficiada. No entanto, o Bolsa Merenda é concedido apenas para o CPF inscrito. É necessário ter muito cuidado para não deixar informações confidenciais, como a senha de acesso à conta, com terceiros. 

É aconselhável, se utilizar o celular de outra pessoa, contar com a ajuda de familiares ou amigos próximos de extrema confiança. Para os cidadãos que não têm acesso a celulares com internet, a parceria da Sedese com o PagSeguro irá garantir, gratuitamente, que os cartões sejam entregues nas residências. 

Aplicativo 

O benefício pode ser consultado no MG App, disponível para download nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Baixada a ferramenta, basta o interessado clicar no menu “Desenvolvimento Social” para acessar o auxílio.  

“Esse dinheiro está me ajudando muito, ainda mais nessa crise. Criança dentro de casa come toda hora. Isso está sendo uma mão na roda para a gente”, garante Fernanda Fernandes Elias, mãe de Kayky Pierre Fernandes Gabriel, que estuda na Escola Estadual Ana Chaves, do município de Campina Verde. 

Confira abaixo como fazer o cadastro na plataforma PagSeguro: 

1. Baixe o super app PagBank e o acesse de seu celular; 

2. Informe seus dados cadastrais; 

3. Crie um PIN (senha) e garanta mais segurança nas transações; 

4. Para finalizar, envie a foto do RG ou CNH do titular da conta e uma selfie segurando esse documento. Ambas as fotos têm que estar legíveis para validação.

Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Guaxupé no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲 Participe clicando neste link.👈

Fonte:

Receba as notícias de Guaxupé no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário