Portal da Cidade Guaxupé

Minas Consciente

Estado sugere que microrregião de Guaxupé abra apenas comércio essencial

Informações foram divulgadas hoje pelo governo estadual que alterou o protocolo do programa Minas Consciente.

Postado em 06/08/2020 às 12:58

(Foto: Divulgação)

O Governo do Estado de Minas Gerais sugeriu que as cidades que compõem a microrregião de Guaxupé abram apenas os serviços essenciais. A sugestão vale para o período de 08 a 14 de agosto. Além da microrregião de Guaxupé, outras cinco áreas do sul de minas também receberam a mesma orientação: Poços de Caldas, Alfenas/Machado, Três Pontas, Pouso Alegre e Três Corações.

A sugestão é que as cidades que estão nessas microrregiões abram apenas os estabelecimentos da onda vermelha como supermercados, padarias, farmácias, bancos, depósitos de material de construção, fábricas e indústrias, entre outros.

A classificação das ondas do Programa Minas Consciente foi alterada na semana passada. Agora, a onda vermelha indica apenas a abertura de serviços essenciais. Entenda abaixo:

Onda Vermelha

As macrorregiões de Saúde Centro, Noroeste, Jequitinhonha, Nordeste, Leste e Vale do Aço estão na onda vermelha do novo plano. Nesses locais, está autorizada a abertura dos seguintes serviços:

- Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência; 

- Bares (somente para delivery ou retirada no balcão);

- Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;

- Serviços de ambulantes de alimentação;

- Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;

- Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;

- Vigilância e segurança privada;

- Serviços de reparo e manutenção;

- Lojas de informática e aparelhos de comunicação;

- Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;

- Construção civil e obras de infraestrutura;

- Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

Onda Amarela

As macrorregiões de Saúde Norte, Triângulo do Norte, Triângulo do Sul, Oeste, Sul, Centro-Sul, Sudeste e Leste do Sul apresentaram índices favoráveis para a abertura de serviços não essenciais, contemplados pela onda amarela. Nesta fase, são permitidos:

- Bares (consumo no local); 

- Autoescola e cursos de pilotagem;

- Salão de beleza e atividades de estética ;

- Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;

- Papelaria, lojas de livros, discos e revistas;

- Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;

- Comércio de itens de cama, mesa e banho;

- Lojas de móveis e lustres;

- Imobiliárias;

- Lojas de departamento e duty free;

- Lojas de brinquedos.

Onda verde 

Nenhuma macrorregião mineira apresentou, até o momento, índices favoráveis para a inclusão na onda verde, que permite a abertura de academias, clubes, cinemas e estúdios de piercings e tatuagens, entre outros serviços. Para avançar para a onda verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período. 

Macrorregiões

Apesar do governo sugeriu a abertura apenas de serviços essenciais na microrregião de Guaxupé, a Macrorregião Sul está na onda amarela.

Segundo o governo mineiro, caso as ondas indicadas para as macro e microrregiões sejam diferentes, caberá a cada prefeito optar por qual das duas recomendações.

*com informações de Agência Minas.

Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Guaxupé no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲 Participe clicando neste link.👈

Fonte:

Receba as notícias de Guaxupé no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário